Limitação administrativa e desapropriação indireta: a linha tênue dos institutos na criação de espaços de proteção ambiental - Administrative limitation and indirect expropriation: the fine line between the institutes

Daniel Capecchi Nunes, Ana Luí­za Fernandes Calil

Resumo


O presente trabalho visa a pontuar as dificuldades na caracterização dos institutos da limitação administrativa e da desapropriação indireta na criação de espaços de proteção ambiental. A análise se restringe, basicamente, às consequências da implementação de unidades de conservação e seus impactos no território do interior da unidade. Para tanto, serão aduzidos os temas na doutrina brasileira, bem como o caso do Parque Nacional Grande Sertão Veredas será utilizado como exemplo para a questão proposta.

 

This paper aims to highlight the difficulties in characterizing the institutes of administrative limitation and inderect expropriation in creating environmental protection areas. The analysis is restricted basically to the consequences of the implementation of conservation units and their impact on the territory of the inside of the unit. For this, the Brazilian doctrine on the theme will be analyzed, as well as the case of Grande Sertão Veredas National Park will be used as as example to the raised issue.

 


Palavras-chave


Direito Administrativo; Direito Ambiental; Limitação Administrativa; Desapropriação Indireta; Parque Nacional Grande Sertão Veredas. / Administrative Law. Environmental Law. Administrative Limitation. Indirect Expropriation.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista de Direito da Administração Pública

Indexada em | Indexed by: